Moradores de Marataízes fazem ‘panelaço’ em frente ao Tribunal de Contas (ES)

12:31 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Cerca de 60 pessoas, moradoras do município do Sul do Estado, vieram à Capital se manifestar contra a paralisação das obras de contenção do mar na orla do município

Manifestantes vieram de Marataízes para pedir retorno das obras de contenção do mar
Manifestantes vieram de Marataízes para pedir retorno das obras de contenção do mar
Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória
A tarde desta segunda-feira (03) começou barulhenta em frente ao Tribunal de Contas do Espírito Santo, em Vitória. Com panelas e cartazes, cerca de 60 pessoas, moradoras de Marataízes, no Sul do Estado, vieram à Capital se manifestar contra a paralisação das obras de contenção do mar na orla do município.

“A população está com medo. Com o período de chuvas chegando e a força das ondas aumentando, os moradores temem que novos estragos sejam causados pelo mar, que já levou casas e quiosques, além de destruir duas ruas”, explicou um dos moradores, que não quis se identificar.

O relator do TCE-ES no processo, conselheiro Domingos Taufner, se reuniu com representantes dos moradores para ouvir o pleito da manifestação, que é a retomada das obras. De acordo com o Tribunal de Contas, a intervenção – que custará R$ 8,5 milhões aos cofres públicos – foi suspensa por medida cautelar devido a irregularidades no processo de licitação.

Em nota, o TCE afirmou que “entende ser urgente a adoção de medidas para contenção do avanço do mar na orla do município de Marataízes. O procedimento a ser adotado pela prefeitura, porém, deve ser cercado de cuidados para a garantia da qualidade do serviço e do bom emprego dos recursos públicos. O relator do processo, conselheiro Domingos Tafuner, destaca que o TCE-ES está à disposição para esclarecer dúvidas e orientar a prefeitura quanto às necessidades de adequação nos editais”.

Fonte: Folha Vitória

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga