Avanço do mar provoca erosão de trecho da BR-367, no sul da Bahia

00:32 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Há dois anos local passou por reforma para conter erosão marinha.
Parte da pista cedeu e causa risco de acidentes para quem trafega no local.

Uma cratera apareceu na pista depois que o acostamento cedeu, em trecho da BR-367, entre Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, por conta da erosão marinha. Os motoristas que transitam no local precisam ainda invadir um pouco da faixa na contramão para passar, o que aumenta o risco de acidentes. Apesar da placa de alerta, os motoristas passam em alta velocidade no local.
A erosão marinha é um fenômeno natural provocado pelo avanço do mar e da falta de vegetação costeira na praia. Há dois anos foi construído um paredão de pedras para tentar conter o avanço do mar, mas justamente no ponto onde ele acaba, a erosão foi mais forte e provocou o desmoronamento do acostamento, prestes a atingir a pista.

As rachaduras profundas na pista são bem visíveis e a aparência é de que a pista também pode ceder. Os moradores dizem que a situação fica pior à noite, por falta de iluminação na pista. "Não tem sinalização visual, uma luz, alguma coisa que chame a atenção", critica o comerciante Duka Maggi.

O artesão Caramuru Pataxó, que mora em uma aldeia próxima, passa a pé pelo trecho e já viu vários acidentes no local com a redução do acostamento. "Não sinalizaram e quando o carro vem, já atinge outro na contramão e acaba atingindo a gente que vem de bicicleta", reclamou.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) disse que, em 2015, concluiu projeto de desvio na rodovia, mas como não há recursos para as obras, o projeto vai ser dividido para baixar o custo e ser executado este ano. Apesar das reclamações dos moradores, o Dnit diz que mantém sinalização no local.

Fonte: G1

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga