Plenário do TCES suspende edital de R$ 12 milhões em Marataízes (ES)

15:49 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


A prefeitura de Marataízes, no sul do Estado, está impedida de dar prosseguimento ao pregão presencial nº 24/2016 ou, caso já tenha celebrado contrato, deverá suspender sua execução, bem como pagamentos dele decorrentes. 

A decisão foi ratificada em sessão plenária, após concessão de cautelar pelo conselheiro Sérgio Aboudib, monocraticamente – dada a ausência do relator, conselheiro Domingos Taufner, que se encontra em férias.

O processo trata de representação contra o edital 15/2016, cujo objeto era o registro de preços para aquisição de material e prestação de serviços para a contenção do avanço do mar e recuperação da orla. Após apontamento de irregularidades pela Corte, a prefeitura anulou o certame. 

A equipe da secretaria de Engenharia, porém, constatou que a prefeitura abriu novo procedimento (24/2016), com o mesmo objetivo, sem sanar as questões anteriormente identificadas.

Verificou-se, ainda, que a única alteração foi o valor, que passou de R$ 8.429.728,96, no Pregão Presencial 015/2016, para R$ 12.176.494,48, no Pregão Presencial 24/2016 – um aumento de 44,45%, sem qualquer justificativa plausível. O gestor deverá cumprir a decisão e publicar na imprensa oficial a suspensão, comprovando a adoção da medida ao Tribunal no prazo de 10 dias.

Fonte: seculodiario.com.br

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga