Campos, RJ, sedia encontro para debater uso de recursos hídricos

01:41 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Evento dos Comitês de Bacias Hidrográficas começa nesta terça-feira (17).
Tema principal a ser abordado é água e clima sob o olhar dos comitês.

Campos sedia encontro para debater uso de recursos hídricos  (Foto: Divulgação Campos dos Goytacazes)
Campos sedia encontro para debater
 uso de recursos hídricos
 (Foto: Divulgação Campos dos Goytacazes)
Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, vai sediar a partir das 19h desta terça-feira (17) até quinta-feira (19), o IV Encontro Estadual dos Comitês de Bacias Hidrográficas (Ecob/RJ). O evento será realizado no Teatro Municipal Trianon.

O tema do encontro, que tem como responsável pela realização o Fórum Fluminense dos Comitês de Bacias Hidrográficas, é “Água e Clima: O olhar dos Comitês de Bacia sobre as mudanças climáticas”.

O evento tem por objetivo fomentar o debate de soluções pertinentes ao uso dos recursos hídricos do estado entre governantes, iniciativa privada, instituições de ensino e sociedade civil.

A estimativa de público é de 500 participantes entre membros dos Comitês de Bacias do Estado, gestores públicos (federais, estaduais e municipais), empresas de saneamento, universidades e demais interessados no tema.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Ambiental de Campos, Zacarias Albuquerque, o encontro é uma agenda articulada sobre os recursos hídricos do estado, em especial, o Rio Paraíba do Sul.

"A ideia é chamar a atenção da sociedade como um todo, que a crise hídrica não se esgotou. O município de Campos vê com bons olhos a criação de reservas em todo o trecho do Baixo Paraíba para acúmulo de água", disse Zacarias.

De acordo com o presidente do Comitê do Baixo Paraíba do Paraíba do Sul e Itabapoana, João Gomes de Siqueira, o Rio Paraíba vem sofrendo, ao longo dos últimos anos, eventos críticos de seca, provocando a salinização da foz e avanço do mar em Atafona, no litoral de São João da Barra.

"E a ação humana muito tem potencializado os fenômenos naturais. Isso tudo estaremos discutindo durante o encontro e buscando alternativas para minimizar os efeitos, como construção de barragens, fazer mais reservatórios, recuperação de nascente", revelou.

Fonte: G1

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga