Mar agitado por fenômeno castiga ainda mais orla em Rio das Ostras, RJ

Moradores convivem com erosão provocada pelo avanço da água.
No último fim de semana 34 resgates no mar foram registrados na cidade.

video

O fenômeno Sizigia, também conhecido como Maré Viva, está provocando danos na estrutura da orla de Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio. O fenômeno faz com que o nível do mar suba lentamente e pode ser causado pela mudança de fase da lua. Moradores da cidade se preocupam com a erosão causada há tempos pelo avanço do mar nos bairros litorâneos. 

Na Praia da Tartaruga, que já tem a estrutura parcialmente destruída pela pelo avanço do mar, a água do mar cobriu toda a faixa de areia e as ondas passaram a atingir com força as pedras.

Problema do avanço do mar na praia já foi motivo de
protesto em 2015 (Foto: Fernando Marin/ Divulgação)
"Eu entro em desespero porque eu moro praticamente na frente. Daqui a uns dias, se não tomarem uma providência,a água vai estar lá invadindo as nossas casas, nossos comércios. Os comércios estão preocupados", comentou a professora Shirley Souza.

Erosão na Praia da Tartaruga

A orla da Praia da Tartaruga vem sendo afetada pelas ressacas e avanço do mar há alguns anos. As fortes ondas que batem com força no muro de contenção já destruído apressam o processo de erosão no local. 

No último sábado, ativistas da ONG "S.O.S Tartaruga" e moradores da cidade cantaram parabéns em um ato para chamar atenção para o problema do avanço do mar na praia. Em dois anos o mar avançou sete metros e a população teme que as ressacas possam interditar o trecho da RJ-106 que corta o local.

Resgates no mar aumentam

No último fim de semana 34 casos de afogamentos foram registrados pelo Corpo de Bombeiros. A maré alta, a ressaca e a falta de respeito à sinalização são as causas para os acidentes, segundo a corporação.

Em Costa Azul, os bombeiros sinalizaram com a bandeiras vermelhas indicando correnteza e também reforçaram a guarda.

Fonte: G1

Comentários