Boa Viagem terá 40 metros de faixa de areia (PE)

21:39 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Prefeito do Recife anunciou que irá utilizar parte dos recursos que serão liberados pelo Banco Mundial para a obra da praia

Obras começarão no primeiro semestre de 2016. Foto: Julio Jacobina/DP
Os banhistas que frequentam a Praia de Boa Viagem, cartão-postal do Recife, recebem uma notícia boa no começo do ano. O prefeito do Recife Geraldo Julio confirmou que as obras de contenção do avanço do mar na orla vão começar no primeiro semestre de 2016. A intervenção irá ocorrer oito anos após a conclusão do Estudo de Monitoramento Ambiental Integrado (MAI), concluído em 2008 pela Universidade Federal de Pernambuco, que apontou a necessidade de recuperação da faixa litorânea nos municípios de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Paulista. 

Dos quatro, apenas Jaboatão já fez a engorda da praia. Em Boa Viagem, o projeto prevê o alargamento de 40 metros de faixa de areia no trecho de 5km entre a Avenida Armindo Moura e a Rua Bruno Veloso, onde há hoje um paredão de pedras em um cinco quilômetros de extensão. O prefeito Geraldo Julio explicou que vai usar parte da liberação de um empréstimo de US$ 220 milhões por parte do Banco Mundial. Desta soma, uma quantia de R$ 66 milhões será utilizada no processo de contenção do avanço do mar. A licitação para dar início às obras será realizada ainda no primeiro semestre de 2016, e as atividades deverão iniciar ainda na primeira metade do ano.

O projeto de contenção do avanço do mar nos municípios foi contratado pelo governo do estado e a empresa vencedora foi a americana Coastal Planning & Engineering, que foi a única a se candidatar e a mesma que fez a obra de Jaboatão. A empresa usou como base o estudo feito pelo MAI em 2008. A obra de Boa Viagem será realizada a partir da dragagem de areia de quatro jazidas submarinas do material, que deve ser do mesmo tipo que já é encontrado na praia e também foi usado no município vizinho. A engorda deverá consumir 850 mil metros cúbicos de areia. 

O projeto da obra já passou por aprovação da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH). De acordo com o secretário de Infraestrutura do Recife, Victor Vieira, a intervenção é importante para que seja preservado o patrimônio público. “O mar está desgastando a orla, atingindo pontos próximos à Avenida Boa Viagem, tomando parte da área de lazer. Essa obra ajudará a preservar esses espaços”, afirmou. As atividades são realizadas através de convênios entre os governos municipal e o estadual com o Ministério da Integração Nacional.

A erosão marinha na Praia de Boa Viagem teve início na década de 1980, após a construção do calçadão. Segundo especialistas, o calçadão ficou muito próximo do mar.

Fonte: DP

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga