Ressaca do mar faz prefeitura de Ilhéus decretar emergência (BA)

17:48 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Entre os locais mais atingidos pela maré estão São Miguel e São Domingos - Foto: Gidelzo Silva l Secom Ilhéus
Entre os locais mais atingidos pela maré estão São Miguel e São Domingos | Foto: Gidelzo Silva - Secom Ilhéus
Com o avanço do mar sobre a orla na zona norte de Ilhéus (a 454 km ao sul de Salvador), a administração municipal decretou estado de emergência para aquela região da cidade, de modo a agilizar a execução de obras de contenção que devem atingir principalmente os bairros São Miguel e São Domingos, que são os mais atingidos.

De acordo com o decreto, o mar está avançando sobre esta região por causa da construção do Porto do Malhado. Segundo a prefeitura, a água já atingiu a BA-001 no bairro São Domingos, destruindo parte da rodovia que é a principal ligação entre Ilhéus e Itacaré.

Conforme nota divulgada nesta quarta-feira, 12, pela prefeitura, a medida "se enquadra nos parâmetros exigidos pela Coordenação Nacional de Defesa Civil, vinculada ao Ministério da Integração Nacional, no que diz respeito à erosão marítima". No seu relato sobre as consequências do problema, a Defesa Civil do município foi favorável à medida.

Na semana passada o prefeito Jabes Ribeiro visitou o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o vice-governador da Bahia, João Leão, reivindicando as obras. Ele também recebeu a visita do superintendente de Infraestrutura da Bahia, Saulo Pontes.

Para reduzir o impacto das ondas na faixa de areia serão construídas barreiras de pedras chamadas de enrocamento. Também deverão ser revitalizadas as barreiras já existentes, segundo o prefeito. Ele citou ainda a reconstrução de ruas e da rodovia.

"As duas iniciativas são complementares, porque não adianta reconstruirmos as vias sem as medidas para contenção da força das águas", justificou Ribeiro.

Fonte: A Tarde

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga