Avanço do mar em Atalaia Nova (SE)

12:20 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Lembrando que o molhe de Atalaia Nova foi construído para a estabilização da foz do rio Sergipe e contenção dos processos erosivos do bairro Coroa do Meio, na margem direita, em Aracaju.

Cenas do mar avançado sobre as casas da Avenida Beira Rio em Atalaia Nova não são tão novas assim, já vimos esse filme antes, pra ser mais preciso foi no final de 2011. De lá pra cá, todos os anos as águas do mar "lambem" a Avenida e as calçadas das casas que margeiam o rio Sergipe, principalmente as casas de Atalaianha, casas de pessoas humildes, região que fica em frente ao bairro 13 de Julho em Aracaju.

Maré de março na Atalainha
Foto 1: tirada em março de 2014
Foto 2 e 3 são do mesmo lugar em ano diferentes.
Mureta, calçada e coqueiro derrubado pela força do mar.
Foto 2: tirada em setembro de 2011
Casa reformada, pela imagem nota-se que a casa está abaixo da rua.
Foto 3: tirada Julho de 2015
Casas destruídas e pedras espalhadas ou expostas pela ação do mar na Av. Beira Rio. 
Foto 4: tirada em setembro de 2011
Avenida Beira Rio reconstruída depois do avanço do mar em 2011
Foto 5 : tirada em julho 2015 

Em 2011 o então vice-governador providencio solução (paliativa) para que o mar não ameaçasse seu patrimônio, foi colocando mais pedras para evitar que a casa dele que fica na Av. Beira Rio fosse derrubada pela as águas do mar, assim como outras casas grandes e de alto valor imobiliário que ficam nessa linha de proteção. A avenida foi reconstruída, antes por muitos anos não passava nem bicicleta e agora passa até caminhão.

"As máquinas contratadas pelo Governo do Estado continuam trabalhando na Atalaia Nova na tentativa de formar uma muralha de pedra para impedir que as águas atinjam as residências construídas à beira-mar. A muralha, segundo previsões da empresa responsável pela obra, poderá atingir extensão aproximada entre 500 e 600 metros, com a possibilidade de chegar a uma altura de três metros com oito metros de largura." Portal Infonet 2011.

(Foto: Cássia Santana /Portal Infonet)
Foto 6: 2011

Mesmo de forma paliativa as pedras só foram colocadas até as proximidades do Bar Zé da Ilha. Do Zé da Ilha até o antigo o hidroviário não foi feito nada, e é a parte que está sendo afetada. O governo teve a oportunidade de fazer, ou melhor de continuar fazendo, mas não fez desde 2013. Agora diz que precisa de estudos, de recursos e outros jogos de empurra empurra entre governo do estado e município. Nesse intervalo de tempo o prefeito de Aracaju fez uma obra à inicio para conter o avanço do mar sobre a avenida Beira Mar e agora a obra será um novo cartão postal da capital, obra feita sem nenhum estudo e cercada por várias mentiras criadas pelos interessados na valorização do bairro 13 de Julho. 

As pedras mais claras foram as últimas a serem colocadas. Nota-se o desnível.
Proximidade do Bar Zé da Ilha
Foto 7: tirada em maio de 2015 

Alguns comentários em redes sociais dizem que o mar está ocupando o que é dele, e foi as pessoas que ocuparam áreas de praias, áreas que eram do mar. 

Concordo! Mas de quem é a responsabilidade de fiscalizar as construções no município? É da prefeitura, certo? Ela fez a parte dela? Não! E ainda não faz. Cadê a impessoalidade do governo quando protegeu a casa dele e as casas dos amigos? Porque não continua com serviço? Na época os moradores da região hoje afetada pelo avanço do mar fizeram um abaixo assinado pedindo que o governo continuasse a coloca pedras até o hidroviário. Mas o tal abaixo assinado sumiu de forma misteriosa segundo informações de moradores que assinaram.

Mas o mar continua batendo forte e a arrancando o novo asfalto colocado na nova avenida.

“As ondas que estão passando sobre as pedras e estão causando erosão no material colocado subiram o nível da avenida demasiadamente e quando a água passa entra em algumas casas. Na curva próximo ao bar Zé da Ilha breve carro não passará. Gostaria de ver a mesma ênfase que foi dado ao ocorrido na Praia 13 de Julho, são casos semelhantes, com apenas diferenças sociais, ambas são obras prioritárias, cartão postal de Sergipe”, desabafa morador ao portal Infonet em 2013

Mar continua avançando sobre a Av. Beira Rio
Foto 8: tirada em abril 2015

Moradores esquecida da avenida Beira Rio.
O Mar já derrubou algumas muretas e muros, já estourou canos e já derrubou postes. Os canos foram concertados e a energia estabelecida, mas outros postes correm o risco de cair colocando em risco a vida de pessoas que moram região.

Mar avança sobre casas na Av. Beira Rio
Foto 9: Tirada em Julho de 2015

Onda de destruição na região esquecida pelas autoridades, postes no chão e muro comprometido
Foto 10: tirada em julho/2015

Paliativo para impedir que poste caia sobre as pessoas
Foto 11: tirada em julho/2015

Falando sobre o avanço do mar em Atalaia Nova, Barra dos Coqueiros-SE com o Cameramam Humberto e a reporte Fernanda da F5 New...


Vejam a situação da praia e o jogo de empurra empurra dos governos na reportagem da F5 new...
Quero agradecer a equipe que esteve presente

Faltou verba ou faltou casa de gente importante?

Tenho muita coisa pra escrever, mas por enquanto fico por aqui. Gostaria de alguma providência para resolver esse problema causado pela falta de planejamento dos governantes do Estado de Sergipe.
Fonte: rafaelbarbosaracaju.blogspot.com.br

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga