Praia da Tartaruga sofre com o impacto do avanço do mar (RJ)

11:36 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios




Contenção da erosão na Praia da Tartaruga aguarda normas ambientais e estudos que irão avaliar o início das obras de recuperação da orla

A orla da Praia da Tartaruga está totalmente tomada pela erosão causada pelo impacto das ondas, consequência do avanço do mar e constantes ressacas que vem sofrendo.

Recentemente foi retirado o deck de madeira e o quiosque que ficava localizado na praia e cada vez mais a erosão aumenta, o que vem trazendo preocupação à população e visitantes.

O local é um dos cartões postais mais visitados no município por estar localizado próximo à uma das entradas da cidade e por ter uma visão ampla do mar e de lugares próximos.

Quem frequenta o local diz que a recuperação deve acontecer o mais rápido possível para se evitar um problema maior. “Estou acompanhando diariamente essa erosão e estou preocupado. Espero que esse problema seja solucionado e que a orla volte a ser um dos lugares mais visitados de Rio das Ostras”, disse o engenheiro Cristiano Sena, morador do centro da cidade.

Outros pontos da orla de Rio das Ostras também apresentam avanço do mar. Esse fenômeno acontece na região há mais de dois anos e em muitas cidades litorâneas do Brasil.

A erosão comprometeu todo o trecho da ciclovia, que também foi fechada, inclusive o ponto de ônibus e vans que havia no local, foi retirado. A área recebeu uma tela de proteção, para evitar que a população circule no trecho atingido.

A Prefeitura de Rio das Ostras respondeu à equipe de reportagem do portal de notícias e jornal RJNEWS que qualquer solução técnica para conter o processo de erosão marítima na Praia da Tartaruga, depende de estudos oceanográficos e de pesquisas que avaliem o impacto ambiental para a flora e fauna da região. Ainda de acordo com a nota, são necessários estudos e avaliações com a participação de especialistas da Marinha, Inea, Secretaria de Estudo de Ambiente e Departamento de Estradas de Rodagem (DER), dentre outros órgãos. Só desta forma será possível definir que barreiras artificiais possam ser colocadas para deter, com eficiência e segurança o avanço do mar na orla da Praia da Tartaruga.

Fonte: RJ News

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga