Continua monitoramento do avanço do mar (RJ)

17:03 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


Pontal de Atafona e Açu são os locais em que a água do mar atingiu ruas e residências


Após o nível do mar ter subido 1,40 metros, causando transtorno a moradores que tiveram suas casas alagadas, a Defesa Civil de São João da Barra continua desenvolvendo o trabalho de monitoramento do avanço do mar no Pontal de Atafona e no Açu. Das cerca de 100 residências atingidas, somente uma família com quatro pessoas foi deslocada para casa de parentes.

O subcoordenador de Defesa Civil, Wellington Gonçalves Barreto, ressaltou que o nível chegou nesse ponto devido à maré de lua nova, do período de 18 a 22 deste mês, ter crescido mais do que a de lua cheia, atingindo o ponto máximo de 1,40 metros, segundo a tábua de maré da Marinha do Brasil. “Porém o aumento do nível do lençol freático devido às chuvas e o aumento do nível do mar contribuíram para o alagamento de ruas e casas”, explicou.

– Entre as ações desenvolvidas no local foi oferecido em parceria com a secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos abrigo para todas as famílias, que se recusaram a sair de suas casas solicitando apenas ajuda da Defesa Civil para levantar os móveis, no caso de Atafona – comentou Wellignton, acrescentando que a situação já está normalizada.

Em parceria com a secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, foi aberta uma vala na comunidade do Pontal de Atafona visando escoar as águas das ruas e residências. No Açu foi necessário colocar caminhões de areia para conter o avanço do mar próximo às ruas principais e instalada na rua principal, nas proximidades do posto de saúde, uma bomba de sucção para escoar toda água do mar empossada na rua.

Fonte: Prefeitura de São João da Barra

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga