Semopi afirma que desconhece problemas (RN)

14:43 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


O secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Tomaz Pereira de Araújo Neto, disse que desconhece os problemas apresentados na explanação do Ministério Público: “Ao contrário, nós identificamos a obra como de muito boa qualidade”, disse.

A prefeitura vai partir em seguida às obras de enrocamento, para os estudos e dar uma solução definitiva para a praia, que no caso poderá ser engordamento da orla, associado às obras de corrente, que provoca a retirada de areia da praia.

Segundo Neto, as obras emergenciais do enrocamento estão 95% concluídas. Já era para estar concluída desde o começo de novembro. De um total de R$ 4,8 milhões, a prefeitura falta receber R$ 1 milhão do Ministério da Integração Nacional.

O secretário explicou que até o dia 10 de dezembro espera concluir as obras, com a construção 10 escadas e rampas. Em seguida, até o fim do mês, a Semopi vai elaborar o termo de referência e abrir a licitação, em janeiro, para as obras de urbanização do calçadão.

Por fim, o secretário questionou a informação do Ministério Público a respeito do custo de manutenção do enrocamento, de cerca de R$ 1,8 milhão: “Aplanilha da Semopideu um valor bem inferior a isso”.

Frequentador de Ponta Negra há 20 anos, Bernardo França, 58 anos, disse que passa na praia pelo menos quatro vezes por semana e afirma reconhecer a importância da obra para a orla marítima. No entanto, ele disse que de nada adianta o enrocamento, se não houver um trabalho de limpeza. “Porque os esgotos correm aqui a céu aberto”, disse. Para ele, a sujeira e acúmulo de lixo “é uma vergonha” e afasta os turistas por causa do mal cheiro e tudo isso vem ocorrendo em Ponta Negra.
 
Fonte: tribunadonorte.com.br

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga