Empresa aponta erro de cálculo (RN)

13:09 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


O gerente de Unidade de Negócios da CB&, André Marques, disse que a sua empresa foi contratada pela prefeitura, a fim de fazer a verificação do projeto executivo das obras de enrocamento da praia de Ponta Negra e para responder alguns questionamentos do Ministério Público Federal, por exemplo: “Somos a favor do enrocamento em caráter emergencial”.

André Marques afirmou que a CB&I, empresa sediada em Florianópolis (SC), tem experiência em projetos dessa natureza no Brasil e nos Estados Unidos.

Ele admite que as falhas apontadas no relatório não trarão impacto a ponto de haver queda ou desmoronamento. O que vai se exigir, segundo ele, é uma maior manutenção da praia, porque havendo ressacas, começarão a ser carregadas as pedras menores podendo haver nova erosão do calçadão. “Se houver uma ressaca no mês, tem que ocorrer a reposição das pedras nesse mês”, exemplificou, a respeito da necessidade de manutenção obrigatória do enrocamento da praia de Ponta Negra.

“Mas, a solução definitiva para o problema da praia, é o engordamento”, destacou Marques, que falou ainda sobre a necessidade de se encontrar uma jazida de areia no mar e daí começar o processo de identificação do material sedimentar e calcular se o volume é suficiente para o engordamento.

Segundo Marques, isso não quer dizer que feito o engordamento, tudo estará resolvido. Também se faz necessário a sua manutenção e esperar cinco, dez ou mais anos para ocorrer o caimento natural da praia com o vai e vem das ondas.

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga