Prefeitura inicia obras de recuperação do calçadão de Ponta Negra

18:57 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


 
A obra começa hoje e tem um prazo de cinco meses para recuperar o mais belo cartão postal da cidade.

A tão aguardada recuperação do calçadão da Praia de Ponta Negra começou nesta quinta-feira, 18, com a instalação do canteiro de obras e início do estocamento das pedras que servirão para os serviços de enrocamento aderente de todo o trecho afetado pela erosão das chuvas. O prefeito Carlos Eduardo acompanhou o início das obras em companhia do secretário Rogério Mariz e de demais técnicos da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi).

“A obra começa hoje e tem um prazo de cinco meses para recuperar o nosso mais belo cartão postal da cidade. Todo o esforço e dedicação serão empreendidos para que esse prazo seja antecipado e dure até quatro meses”, disse o prefeito Carlos Eduardo. “As secretarias municipais de Mobilidade Urbana (Semob) e de Serviços Urbanos (Semsur) saberão disciplinar o trecho das obras para que ela não seja interrompida e a gente tenha o quanto antes a nossa praia de volta”.

Segundo informou o secretário adjunto de Obras da Semopi, Tomaz Neto, as obras propriamente ditas do enrocamento de pedras estão previstas para serem iniciadas na próxima quarta-feira, dia 24, e têm um prazo de execução contratual para cinco meses, embora a empresa Camillo Collier, responsável pelos serviços, já sinalize que poderá executá-la em quatro meses. Dentro do mesmo prazo e associado ao enrocamento, será executada também a pavimentação do calçadão.

Com a conclusão do enrocamento e da recuperação do calçadão, virão as obras definitivas, cujo estudo técnico será contratado ainda este mês, revelou Tomaz Neto. “Esse estudo irá definir a obra de engenharia de proteção contra a erosão na praia que poderá ser espigão ou engorda, ou os dois juntos”. Para tanto, complementou, já estão disponibilizados junto ao Ministério da Integração R$ 17,6 milhões para os estudos e a obra definitiva. No enrocamento, serão gastos R$ 4,7 milhões e na recomposição do calçadão, R$ 1,5 milhão.

O paredão de proteção contra as marés, formado pela aderência de pedras (enrocamento) será implantado entre o Morro do Careca e a Rua Pastor Rodolfo Beuttemuller numa extensão de dois quilômetros e a uma altura de 2,5 a 3,75 metros, explicou o engenheiro responsável pela obra, Luís Augusto de Góis.

Segundo ele, serão utilizados 20 mil metros cúbicos de pedras para o enrocamento e a mesma quantidade de areia para a engorda da praia. O trabalho será executado com a ajuda de uma escavadeira hidráulica e duas pás carregadeiras. “Provavelmente depois de 30 dias, a empresa deverá duplicar o efetivo de máquinas visando a reduzir o prazo de execução para quatro meses. Estarão envolvidos direta e indiretamente cerca de 50 pessoas e o trabalho será executado de acordo com o horário e a altura da maré".

Com o início dos trabalhos, foi interditada uma parte da avenida Erivan França e a rua Pastor Rodolfo Beuttemuller. Durante a execução das obras, não será permitida a subida de veículos no trecho final da Avenida Erivan França. O fluxo de veículos na ladeira que permite a saída da praia será feito em mão dupla. Os motoristas de veículos e a população serão orientados pelos agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). 
 
Fonte: http://nominuto.com

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga