quarta-feira, 25 de abril de 2012

Recuperação da orla da praia do Janga (PE) é iniciada

Funcionários da Prefeitura de Paulista trabalham na revitalização de 4 km

Primeiro, está sendo construído um paredão de pedras para conter o avanço do mar | Foto: Nathália Bormann
Enfim, as obras de recuperação da orla da praia do Janga, localizada no município de Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), foram iniciadas. Após a Folha de Pernambuco mostrar a situação degradante daquela zona litorânea, em matéria publicada no dia 6 de março, há dez dias a Secretaria de Infraestrutura de Paulista iniciou os serviços de revitalização ao longo dos mais de quatro quilômetros de extensão da orla.

Como prova da promessa da gestão municipal, que naquela ocasião havia informado que dentre alguns dias as obras seriam iniciadas, ontem, funcionários trabalhavam com tratores para revitalizar a orla. Pelos serviços previstos no projeto de requalificação, cinco trechos considerados críticos pela secretaria receberão várias intervenções. São eles: o primeiro trecho da praia, após a ponte, na Enseadinha; o segundo, próximo à Pizzaria do Gordo; o terceiro perto do Bar do Bebeto. Os outros dois ainda estão em fase de estudos.

As intervenções consistem em serviços de contenção do avanço do mar, com a construção de um paredão; recuperação do calçadão, dos brinquedos e das cadeiras que estão danificadas. Além disso, o projeto contemplará a revitalização da iluminação, bem como a reconstrução da malha viária e da faixa de areia. Neste último, estão previstos os trabalhos de engorda da praia com a areia vinda através do processo de dragagem do mar.

Neste primeiro momento, iniciado nas proximidades do Bar do Bebeto, os serviços começaram com a construção da ensecadeira (paredão feito com pedras e areia) para conter o avanço do mar. A ensecadeira, de aproximadamente cinco metros de profundidade, servirá de barreira para evitar que a água do mar passe até o calçadão. Uma vez impedida à passagem da água, um muro de contenção será construído. Após isso, serão feitos os trabalhos de engorda da praia e a revitalização de todo o calçadão.

A previsão, segundo o secretário de Infraestrutura de Paulista, Francisco Maia, é que todos os serviços sejam concluídos ainda neste ano. “Cada trecho, esperamos concluir em dois meses. Já o final de toda a obra de recuperação da orla do Janga pretendemos concluir até o final de 2012”, assegurou. Ao todo, R$ 14,5 milhões serão injetados nos reparos dos cinco trechos. Desse valor, 90% vêm dos cofres do Ministério da Integração Nacional, através de convênio, e os outros 10% de contrapartida do município de Paulista.

Para o vendedor de raspa-raspa, Alcides José dos Santos, 50, o início das obras representa uma esperança em dias melhores nas vendas. “Há uns três anos aqui tinha um calçadão. Muita gente vinha e a venda era muito boa. Com essa situação atual da orla, os banhistas pararam de vir para cá. Antigamente, dava para apurar uns R$ 200 só nos fins de semana. Hoje, chego a tirar uns R$ 100 nos sábados e domingos. Espero que com essas obras na orla as vendas melhorem”, falou, com otimismo, o comerciante que há mais de 30 anos sustenta a esposa e três filhos com o dinheiro das vendas naquele litoral.

“Se eles conseguirem terminar esse serviço será muito bom para a população. Hoje, levo as minhas duas meninas para tomar banho de praia em outros lugares”, acrescentou o morador Wagner Clines, 37.
 
Por Anderson Bandeira
Fonte: FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário