Ressaca deve continuar: porto segue fechado e avenida da praia têm bloqueios (SP)

20:18 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


A balsa, que ficou parada durante pouco mais de quatro horas na quarta-feira (28), funciona

Mesmo sem chuva, mar continua agitado
A exemplo de quarta-feira (28), quando a ressaca do mar destruiu cerca de 50 metros das tradicionais muretas na Ponta da Praia, em Santos, com picos de ondas de 4 metros, esta quinta-feira (28) também deve ter o mar agitado em toda a região. 

Na quarta-feira, em razão do avanço do mar, a balsa que faz o transporte de veículos entre Santos e Guarujá chegou a ficar paralisada por 4 horas, mas nesta manhã opera normalmente, com cinco embarcações funcionando e 15 minutos de espera para embarcar do lado de Santos e 20 em Guarujá. O tráfego de veículos na Ponta da Praia também foi interditado e segue com bloqueios. 

O canal do Porto de Santos completou, nesta quinta-feira (28), 24 horas de paralisação. De acordo com a Praticagem, neste período, 12 embarcações não puderam sair do Porto de Santos e outras sete aguardam para atracar.

Por segurança, a Capitania dos Portos ainda não permitiu a liberação de navios no Canal do Estuário. Segundo a Autoridade Marítima, por volta de 10h, as ondas chegavam a 2 metros. Já as rajadas de vento chegaram a 44 km/h. 

Equipes da Secretaria de Serviços Públicos fazem limpeza na avenida da praia
Na orla da praia

Com o mar ainda agitado, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mantém o bloqueio da Avenida Saldanha da Gama, a partir do Canal 6, no sentido Ponta da Praia. Na via, ainda existem espalhados pedaços da mureta arrebentada pela força da ressaca, além da água do mar no asfalto. Não há previsão para liberação do fluxo de veículos. 

Em função do bloqueio na avenida da praia, quem quiser acessar a fila da balsa deve fazer o desvio pelo Canal 6, ingressar na Avenida Epitácio Pessoa, Rua Rei Alberto e seguir pelo Canal 7 até a fila da balsa. 

Deck do Pescador, na Ponta da Praia, teve todo o assoalho destruído pela alta da maré
Na manhã de ontem, as fortes ondas quebraram cerca de 50 metros de mureta na Ponta da Praia e alagaram a Avenida Bartolomeu de Gusmão, próximo ao Aquário Municipal. Diante deste cenário, também foram verificados prejuízos na Ponte Edgard Perdigão, que teve o piso cerâmico e de concreto avariados, além do Deck do Pescador, que teve todo o assoalho de madeira danificado pelo avanço mar. Nesta manhã, com a melhora do tempo, equipes da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) foram enviadas ao local para tentar finalizar a limpeza da pista.

Av. Rei Alberto ainda tem água e pedaços da mureta na vi

Ressaca deve continuar

A frente fria que trouxe chuva e ventos de até 88 km/h - segundo a Praticagem de Santos - para a Baixada Santista deve permanecer até o final de semana.

A tendência, então, é que a forte ressaca possa voltar a ocorrer até a passagem da corrente climática.

Veja fotos da Ponta da Praia nesta quinta-feira (28)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

(Carlos Nogueira)

Fonte: A Tribuna


0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga