Presidente da Câmara de Esposende e Administração da Polis visitaram obras em curso no litoral (Portugal)

18:30 Marco Lyra | Engenheiro Civil | Especialista em Obras de Defesa Costeira. 0 Comentarios


O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, acompanhou no Dia Mundial do Ambiente, o Conselho de Administração da Polis Litoral Norte - Sociedade para a Requalificação e Valorização do Litoral Norte, na visita a diversas empreitadas em curso do Programa Polis Litoral Norte, nomeadamente nos Municípios de Caminha, Viana do Castelo e Esposende.

A jornada iniciou-se em Vila Praia de Âncora e terminou em Fão, onde decorre a empreitada de Manutenção e Reforço do Cordão Dunar da Restinga de Ofir, um investimento de 2,93 milhões de euros, e a obra de Reforço do Sistema Dunar e Proteção da Linha de Costa da Praia de Ofir, que custará 1 milhão de euros.

A intervenção na restinga traduz-se na reposição das condições naturais do ecossistema costeiro, visando a prevenção de risco. Os trabalhos de reforço do cordão dunar estão a ser executados com recurso à construção de uma duna artificial, através da utilização de cilindros geossíntéticos dispostos ao longo do contorno da cabeça da restinga, colocados tanto do lado do mar como do rio, preenchidos com areia removida da barra e do canal de navegação do rio Cávado, e posteriormente cobertos com areia. Os trabalhos contemplam ainda a remoção e substituição de estruturas degradadas (vedações e paliçadas), a revegetação com espécies autóctones, ordenamento dos acessos à praia através da colocação de passadiços sobrelevados e a colocação de painéis informativos dos valores naturais presentes.

A obra de Reforço do Sistema Dunar e Proteção da Linha de Costa da Praia de Ofir enquadra-se numa estratégia de reforço, com vista à preservação dos ecossistemas naturais e proteção de pessoas e bens. A segunda fase da intervenção incide sobre a área costeira compreendida entre a praceta das Torres de Ofir e o esporão a sul e inclui dois tipos de ações. Por um lado, uma ação corretiva de erosão superficial, através do reperfilamento complementar de areia na praia, e, por outro, uma ação de reordenamento de áreas construídas em zonas de risco e consequente reposição das condições de ambiente natural, através da reposição da estrutura de defesa em blocos de enrocamento, reforço da escada de acesso à praia, reconstrução da rampa de acesso à praia, construção de um novo muro de defesa costeira e repavimentação das áreas danificadas na praceta. A área de intervenção da terceira fase abrange a restante área até ao es porão a norte das Torres de Ofir e contempla a construção de um núcleo dunar resistente composto por cilindros de areia fortemente confinada por telas geossintéticas, com posterior reperfilamento de areias na praia recobrindo aquela estrutura, constituindo no final um cordão dunar mais resistente ao avanço do mar.

Para além destas intervenções, estão também em curso no concelho de Esposende as obras de Requalificação e valorização das Praias de Rio de Moinhos e da Ramalha, a Recuperação, Proteção de Sistemas Dunares Degradados e Renaturalização de Áreas Naturais Degradadas da área costeira nas praias de Belinho, Cepães, Redonda, Suave Mar e Pedrinhas/Moinhos, bem como os Percursos da Natureza.

No lote das intervenções já concluídas no litoral concelhio no âmbito do Programa Polis Litoral Norte estão a Requalificação da Frente Ribeirinha de Esposende, a Requalificação da Frente Marítima de S. Bartolomeu do Mar, a Requalificação da Frente Ribeirinha de Fão, a Reestruturação e Consolidação dos Esporões da Restinga e de Ofir, a Requalificação Ambiental do Pinhal de Ofir e os Percursos da Natureza no Parque Natural do Litoral Norte.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende sublinha que em causa está um investimento no concelho na ordem dos 26 milhões de euros. Benjamim Pereira lembra que o Município contraiu, em 2010, um empréstimo de 2,6 milhões de euros para integrar a Sociedade Polis Litoral Norte, para não perder a oportunidade de concretizar um conjunto de intervenções na zona costeira, que contribuirão para o desenvolvimento e valorização do concelho.

Antes da visita às intervenções em curso em Ofir, a comitiva da Polis Litoral Norte esteve na Foz do Rio Âncora, onde decorre a Empreitada de Reforço e Proteção dos Sistemas Dunares e Renaturalização de áreas naturais degradadas, e, posteriormente, em Castelo do Neiva, para a visita ao núcleo de Pedra Alta, onde decorrem as empreitadas de Reordenamento e Qualificação da Frente Marítima, de Reestruturação e Consolidação do Quebramar, e de Reforço e Proteção dos Sistemas Dunares e Renaturalização de áreas naturais degradadas

Ao todo, estão a ser investidos cerca de 73 milhões de euros, com financiamento da União Europeia entre 70 e 85% e do Estado Português e Municípios, entre 15 e 30%.

*** Nota elaborada pelo gabinete de comunicação da C. M. de Esposende ***
Fonte: correiodominho.com

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga